13 de julho de 2011

Talvez... Ou não.

"Ele pode estar a olhar as tuas fotos neste exacto momento. Porque não? Passou-se muito tempo, detalhes perderam-se. E daí? Pode ser que ele faça as mesmas coisas que tu fazes escondida, sem deixar rastro nem pistas. Talvez, ele passe a mão na barba mal feita e sinta saudades do quanto tu gostavas disso. Ou percorra trajectos que eram teus, na tentativa de não deixar que tu te disperses das lembranças. As boas. Por escolha ou fatalidade, pouco importa, ele pode pensar em ti. Todos os dias. E, ainda assim, preferir o silêncio. Ele pode reler os teus bilhetes, procurar o teu cheiro em outros cheiros. Ele pode ouvir as tuas músicas, procurar a tua voz em outras vozes. Quem nos faz falta, acerta o coração como um vento súbito que entra pela janela aberta. Não há escape. Talvez, ele perceba que tu lhe fazes falta e diferença, de alguma forma, numa noite fria. Tu não sabes. Ele pode ser o homem com quem passarás aquele tão sonhado verão em Paris. Talvez, ele volte. Ou não."

19 comentários:

Mia disse...

«Talvez ele volte. Ou não.»

carina, disse...

"ou não.." adorei!

• cláudiasofiagomes disse...

lindo!

Catarina disse...

Querida, apenas recorda, sente, mas não vivas num passado porque já não tens como mudá-lo, muitas vezes infelizmente... Sorri e diz que foste feliz enquanto o viveste, mas tentes pensar no que se poderia ou não ter feito querida, só te vai fazer mal... (:

Catarina disse...

Adorei (:

Rita da Fonseca disse...

adorei o post!

Maggie disse...

adorei :)

Biia Santos disse...

Obrigada querida, também te sigo (:

CARINA disse...

obrigada querida :)

disse...

é esse "ou não." que nos mata por dentro, é essa possibilidade negativa que destrói cada pedaço de esperança que habita no nosso frágil peito.

Mia disse...

Estou mesmo (:
E tu também, e sabes porquê ? Porque é Verão, está sol, e a vida é bela (; Beijinho.

disse...

é mesmo minha querida!

cláudiasofia. disse...

ohhm, obrigada :)

Catarina disse...

Oh, eu é que agradeço querida (:

m. disse...

obrigada! também adorei o teu, vou seguir :)

inês disse...

aiii mesmo :s
espero ter boas notas!

Martinha disse...

Quantas e quantas vezes já não pensei a mesma coisa.. mas depois chego à conclusão que há 2 tipos de pessoas: as que sentem com todo o coração e as pessoas que se esquecem dos outros.

disse...

é triste viver de talvez...

anna disse...

gostei muito (: